Viagem

Em Fevereiro de 2004 eu (o seu sobrinho Luis) realizei durante um mês uma apaixonante viagem a Moçambique (Lisboa-Maputo-Lisboa), trás contactar a través de internet com o Padre Vicente Berenguer, íntimo amigo do Padre Castro, quem me invitou a passar uns dias a Maputo e a Tete. 

 

Visitei numerosos lugares de Moçambique (províncias de Maputo,Tete e Manica) e de Sudáfrica (Kruger Park), um dos paises fronteiriços, mas, sem dúvida, o momento mais emotivo foi a visita à sua tumba, no cemitério de Tete:

TUMBA  ACTUAL DO PADRE CASTRO 

(Cemiterio de Tete)

LÁPIDA DA TUMBA  ACTUAL DO PADRE CASTRO 
(CemIterio de Tete)

 

Outro dos momentos com mais significado nesta viagem foi a visita à ponte sobre o rio Pungue (província de Manica), lugar exacto onde morreu o Padre Castro, vítima dum grupo de soldados rodesianos que fizeram uma incursão em Moçambique em Agosto de 1976, momento no que ambos paises estavam em conflito:

 PONTE SOBRE O RÍO PUNGUE (Manica)

LUGAR EXACTO ONDE MORREU O PADRE CASTRO (Manica)